Páginas

segunda-feira, 27 de abril de 2015

ACIDENTE GRAVE

UMA PESSOA MORRE EM ACIDENTE COM ÔNIBUS DA VIAÇÃO OURO E PRATA NA TRANSAMAZÔNICA PRÓXIMO A CIDADE DE MEDICILÂNDIA

O acidente aconteceu na tarde desta segunda-feira, 27, na altura do KM 105 da BR 230, rodovia Transamazônica.

O ônibus da viação Ouro e Prata acabou tombou devido as péssimas condições da estrada deixando passageiros feridos e ocasionando uma vítima fatal, o morador do km 120 de prenome Gildo. Um helicóptero do Grupamento aéreo da PM esteve na cidade de Medicilândia resgatando vítimas.

Mais informações a qualquer momento.

Por: Joabe Reis

ERALDO PIMENTA, DEPUTADO ESTADUAL EM AÇÃO

ERALDO PIMENTA, DEPUTADO ESTADUAL DO PARÁ, PARTICIPA DA FORMATURA DA PRIMEIRA TURMA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EM URUARÁ

Aconteceu na noite deste sábado (25/04) a Colação de Grau da primeira turma de Administração do Município de Uruará pela Faculdade Itaituba (FAI). O evento realizado na Loja Maçônica, contou com a presença do deputado Estadual, Eraldo Pimenta (PMDB), convidado pelos formandos para ser o patrono da turma.

O curso de Administração iniciou em 2010 (no meu governo de Eraldo Pimenta) e teve êxito agora em 2015. Ao todo, 51 formandos de Administração em Uruará estão preparados para atender as necessidades do mercado de trabalho.


O deputado disse que foi uma honra participar deste evento tão importante para o Município. “Para toda a sociedade essa formatura é uma honra. Uruará só tem a ganhar! Nós estamos muito honrados e felizes com os resultados dos trabalhos e com o nível da qualidade dos alunos formados. Isto chama-se comprometimento com futuro de Uruará. Eu sempre digo: o político tem que pensar em gerações  e não apenas em eleições, por isso, apoio incondicionalmente cada ato voltado a questão educacional. Um sonho de todos iniciado quando eu era prefeito em 2010, e com êxito finalizado em 2015”, disse.





ERALDO PIMENTA, DEPUTADO ESTADUAL

DEPUTADO ESTADUAL ERALDO PIMENTA (PMDB) VISITA ALDEIAS INDÍGENAS

Esta é a primeira vez em que um deputado estadual do Pará foi agradecer os votos recebidos nas aldeias indígenas Munduruku do Alto Tapajós das aldeias Sai Sinza e Katõ em Jacareacanga no estado do Pará (Rio Tapajós).

O Deputado Estadual Eraldo Pimenta (PMDB), agradeceu a receptividade dos índios e disse que era uma questão de honra fazer esta visita. “Um povo educado, hospitaleiro, pacífico, organizado, e de cultura secular e hierárquica. A visita foi bastante proveitosa, onde fui recebido pelos caciques, pajés, jovens guerreiros. Na oportunidade, agradeci a votação que tive por lá (quase mil votos) e festejei com os cidadãos brasileiros indígenas o seu dia internacional, (19 de Abril, Dia do Índio)”, disse.


Eraldo Pimenta participou ainda das manifestações indígenas e colação de segundo grau nas aldeias, (de manhã na Aldeia Sai Sinza), à noite (Aldeia Katõ que só tem acesso ao rio ou de avião e com pista rudimentar) em ambas as Aldeias os alunos vestidos e paramentados a caráter.




 

PERIGO

SOLTOS EM VIA PÚBLICA, CAVALOS ANDAM LIVREMENTE PELAS RUAS DA CIDADE DE URUARÁ (PA)

Tem sido comum na cidade de Uruará (PA) encontrar cavalos andando soltos e livremente pelas ruas e avenidas da cidade ou pastando nos canteiros.

São pelos menos cinco eqüinos, como flagrados pela reportagem na fotografia, que podem ser vistos circulando na parte central da cidade, inclusive na Praça Municipal. Os animais oferecem perigo para o trânsito, pois podem ocasionar acidentes, entre outros perigos e riscos.

O município demonstra não ter um programa que combata esse tipo de ocorrência e que possa impedir que animais andem assim pelas ruas da cidade, já que nenhuma providência é tomada. E Por esta situação ser flagrada constantemente denota-se o total desinteresse da administração municipal em coibir o trânsito livre desses animais soltos na rua e em identificar e notificar os respectivos donos.

Não foi possível localizar, pela reportagem, o dono ou donos dos animais.

Por: Joabe Reis

DESCASO COM SERVIDORES PÚBLICO DE URUARÁ

SERVIDORES PARALISAM ATIVIDADES POR FALTA DE PAGAMENTO EM URUARÁ, PA

Os funcionários da Secretaria de Viação e Obras do Município de Uruará paralisaram as atividades no município nesta segunda-feira, dia 27. Segundo eles, o salário está com dois meses de atraso.

O servidor Antonio José Pereira de Sousa, o Zé do Brejo, disse que os funcionários da Viação e Obras (SEVO) só voltam a trabalhar caso recebam seus salários. “Não tem como trabalhar sem receber o salário. Como vamos sobreviver? Como vamos sustentar nossa família? Nossos filhos? Estamos com prestações atrasadas, energia atrasada. Não temos dinheiro para comprar gás, alimentação, remédio, nada... Tivemos que parar! Mecânicos, motoristas, operador de máquinas pesadas, vigias, garis e serviços gerais. Só voltaremos a trabalhar quando a prefeitura pagar o nosso pagamento”, disse.

Os servidores estão reunidos na Secretaria de Viação e Obras e aguardam o parecer do Executivo. Segundo um servidor que não quis se identificar, até ao meio dia desta segunda-feira, ninguém da Administração apareceu para dar uma satisfação aos funcionários. 

REDE CELPA

INSTALAÇÃO DE CHAVE FAVORECENDO SERRARIA PREJUDICA 300 FAMÍLIAS COMA A FALTA DE ENERGIA NO TRAVESSÃO 175 SUL

A colocação de uma chave beneficiando uma serraria estaria causando o problema da falta de energia prejudicando cerca de 300 famílias do travessão 175 sul, zona rural de Uruará.

Segundo afirma o agricultor José Gomes de Oliveira, que lidera um grupo de cerca de 70 pessoas representando as famílias prejudicadas e que estiveram na manhã desta segunda-feira, 27, no escritório local da Celpa cobrando a solução para o problema. “A gente tem a rede de energia do Programa Luz Para Todos que atende a mais de 300 famílias e hoje nós estamos na situação em que falta mais energia do que nós estamos tendo energia, isso vem acontecendo porque colocaram uma chave entre a chave mestra que fica na faixa (BR 230 Transamazônica) aí toda vez que os maquinários da serraria são ligados nós ficamos sem energia e quando acontece isso nós ficamos 2 a 3 dias sem energia porque a Celpa demora em religar a chave. A nossa reivindicação é que eles (Celpa)  tirem aquela chave e que volte a normalizar a rede igual era. Antes faltava energia também, mas não era como agora, nós não estamos podendo guardar mais nada na geladeira por exemplo, estamos muito prejudicados”, relatou o trabalhador rural.


Representantes da Celpa informaram que irão providenciar a solução do problema.

quarta-feira, 22 de abril de 2015

PONTE DO KM 165 SUL AINDA NÃO FOI INICIADA

ACORDO COM AGRICULTOR NÃO FOI CUMPRIDO PELA PREFEITURA DE URUARÁ E DESVIO PODE SER FECHADO NO TRAVESSÃO 165 SUL

Nesta quarta feira, completam 37 dias que a ponte sobre o Rio Uruará desabou no travessão do km 165 sul, zona rural do município de Uruará e até o momento as obras de construção de uma nova ponte ainda não foram iniciadas, persistindo assim o drama e o sofrimento dos agricultores de cinco travessões que trafegam pela referida estrada vicinal.

Após a queda da ponte um acordo havia sido fechado entre a Prefeitura do município, através do Prefeito, e o morador da vicinal do km 170 Sul, Cícero Luiz de Araújo, para que pudesse ser liberada a passagem no meio de sua propriedade como um desvio a ser utilizado pelos agricultores, mas esse acordo não foi cumprido pela Prefeitura.

Devido o não cumprimento do acordo, na manhã desta terça-feira, 21 de abril, Cícero Araújo fechou o desviou e explicou que aconteceu. “Nosso acordo era de que eles abrissem melhor o desvio e colocasse piçarra nos pontos críticos, e infelizmente o prefeito não cumpriu o acordo. Já faz um mês e até agora nenhum serviço foi feito. Minha preocupação é de que o acordo, firmado em 90 dias para conclusão da ponte, não seja cumprido, pois até agora nem as madeiras foram tiradas”, disse. 

A princípio, Cícero, que mora a 38 anos naquela vicinal, cobrou uma taxa de passagem, pois, não tinha interesse de absorver o fluxo da região em sua propriedade por conta da preservação dos seus animais e plantações, e disse que liberou a passagem por causa da necessidade das famílias das vicinais dos km 147, 150, 155, 160 e 165 todas do lado sul, que estavam isoladas sem poder ter acesso a Transamazônica e a sede do município.

Cícero pede ainda que as pessoas que passarem por sua propriedade, respeite seus pertences, fechando as cancelas e não peguem seus plantios. “Eu liberei a passagem na minha propriedade não foi por causa do prefeito ou vereador. Liberei por causa das famílias destas vicinais. E gostaria que as pessoas que passassem por aqui, respeitassem meus animais, minhas frutas e fechassem a cancela”, pediu.


A ponte caiu na tarde do domingo, do dia 15 de março. Em estado crítico, não suportou o peso de um caminhão madeireiro carregado e acabou caindo levando o caminhão junto para dentro do rio. O motorista do caminhão teve ferimentos leves.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

PERIGO: TRANSPORTE ESCOLAR SUPERLOTADO NO MUNICÍPIO DE URUARÁ

ALUNOS SÃO TRANSPORTADOS SEM SEGURANÇA EM ÔNIBUS ESCOLAR DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO

Pais, mães e responsáveis de alunos em Uruará, estão preocupados com a maneira em que os alunos da rede municipal de ensino estão sendo transportados. Um dos exemplos são os alunos do Bairro Pimentolândia que estão correndo risco.

Segundo Sueli Lima de Nascimento da casa 07, quadra 27, do bairro Pimentolândia, a super lotação de alunos coloca as crianças em situação de risco. “Todos os dias minha filha reclamam com a utilização do único micro-ônibus escolar daqui do bairro. Vem alunos sentados, em pé, de todos os lugares. Está um caos. O carro que comporta entre 12 a 15 alunos, vem mais de 60 crianças. Estamos bastantes preocupadas com esta situação de numa hora acontecer um grave acidente”, denuncia.

A líder comunitária do bairro Pimentolândia, Maira de Chaves Lima, dona Tiana, disse que o transporte escolar é preocupante trazendo sérios riscos às crianças. “a gente liga para os diretores responsáveis e eles manda ligar para Prefeitura e ninguém resolve. O carro chega à alta velocidade. Crianças sentadas na janela do Micro-ônibus, todas amontoadas, somando mais de 60 crianças no veículo. O ônibus superlotadas e ninguém faz nada”, disse.

A forma é inteiramente preocupante e irregular, o que denota, pela lógica, uma ação imediata por parte da Secretaria Municipal de Educação para coibir o que vem acontecendo com o transporte escolar do Bairro Pimentolândia.

Assista o vídeo enviado pela comunidade e confira o número de alunos.


JUSTIÇA

ADVOGADOS PASSARÃO A TER SALA EXCLUSIVA NO FÓRUM DE URUARÁ

Será inaugurada nesta quinta feira, 09, a sala dos advogados no Fórum de Uruará. Para o advogado Luiz Fernando Lazeres, presidente da Ordem dos Advogados no Município, terem uma sala exclusiva no Fórum era um desejo antigo da classe que finalmente será concretizado.

Luiz Fernando Lazeres, falou que durante a inauguração, o presidente da subseção de Altamira e o presidente do Estadual da OAB no Estado. “Teremos ainda, durante a inauguração, a presença de uma comissão de advogados de Belém, representando a OAB estadual e Nacional; além de uma comissão de advogados de Altamira”, disse.

O advogado falou que uma sala exclusiva na Comarca de Uruará é de suma importância para os Advogados. “Ela dará suporte a todos os advogados que tem processos em Uruará. Alem de dar suporte a população para tirar as dúvidas e esclarecer dúvidas. Teremos uma pessoa para atender a população, estreitando os laços entre a advocacia de Uruará com os demais advogados do País”, explicou.

O advogado disse ainda que hoje Uruará dispõe de 15 profissionais exercendo a profissão, com previsão de chegada de mais três ainda neste primeiro semestre de 2015, o que é muito bom para que aproxime ainda mais a população da Justiça.

quarta-feira, 8 de abril de 2015

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA VAI SE REUNIR EM ITAITUBA

ERALDO PIMENTA, DEPUTADO ESTADUAL (PMDB) REQUEREU AO PRESIDENTE DA ALEPA A REALIZAÇÃO DE SESSÕES ITINERANTES NAS CIDADES DE ALTAMIRA, URUARÁ, ITAITUBA, NOVO PROGRESSO E SANTARÉM

O Deputado Eraldo Pimenta (PMDB) requereu ao presidente da ALEPA a realização de Sessões Itinerantes nas cidades de Altamira, Uruará, Itaituba, Novo Progresso e Santarém, com objetivo de aproximar o poder legislativo do Estado do Pará do povo e para que os Deputados possam verificar “in loco” a realidade dos moradores da Região Oeste do Pará.

O Requerimento n.º 58/2015, de autoria do Deputado Eraldo Pimenta, foi atendido pela Casa das Leis Paraenses e a primeira Sessão Itinerante irá acontecer na cidade de Itaituba, que será a sede da ALEPA nos próximos dias 13, 14 e 15 de Abril.

Ao atender o Requerimento do Deputado Eraldo Pimenta, o Presidente da ALEPA, Deputado Marcio Miranda (DEM) demonstra ser um homem democrático e conhecedor da realidade enfrentada pelos paraenses que estão muito longe da Capital e não tem a oportunidade de se comunicar com os seus legítimos representantes.

Parabéns ao Deputado Eraldo Pimenta que sabe honrar o seu mandato e não esquece suas origens trazendo o poder até onde o povo esta. Fica comprovado que Eraldo Pimenta é um guerreiro feroz em defesa dos interesses do povo da Transamazônica e da BR 163.



quinta-feira, 2 de abril de 2015

PÁSCOA

FELIZ PÁSCOA

A Páscoa está chegando! Não se esqueça de meditar na vida de Jesus e na morte dEle na Cruz do Calvário.

Lembre-se: O Filho de Deus morreu por você e hoje está vivo para caminhar ao seu lado!

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." João 3:16

#ApaixãodeCristoéVOCÊ

quarta-feira, 1 de abril de 2015

MAIS UM ACIDENTE NA TRANSAMAZÔNICA

CAMINHÃO CAI EM DESPENHADEIRO NA TRANSAMAZÔNICA PRÓXIMO A URUARÁ

Um motorista de um caminhão escapou ileso de grave acidente ocorrido na ladeira da lambreta na Transamazônica, a 12 km da cidade de Uruará (sentido Uruará/Placas).

O acidente ocorreu no final da tarde desta terça-feira, 31, segundo informações o freio do carro teria falhado na decida da ladeira que tem abismos de um lado e outro da estrada, o motorista não conseguiu controlar o veículo que acabou saindo da estrada e caindo no Despenhadeiro indo parar no meio do mato.

O caminhão ficou com as rodas para cima e bastante danificado, o motorista teve apenas escoriações leves.

terça-feira, 31 de março de 2015

SEMANA SANTA

PEIXE NÃO SOFRERÁ REAJUSTE NO MERCADO MUNICIPAL DE URUARÁ NESTA SEMANA SANTA

A movimentação de pessoas no Mercado Municipal de Uruará continua intensa nesta Semana Santa em busca do Peixe. Esta é a semana de celebração de uma das datas mais importante para os cristãos, e a tradição de comer peixe ainda é bem expressiva, inclusive para os uruaraenses.

De acordo com Jean Quanz, proprietário de um Box no mercado, o valor do peixe não foi e nem será reajustado para o consumidor nesta Semana Santa. “Preparamos-nos para atender bem o cliente e com o preço acessível ao consumidor. Não iremos aumentar o valor durante esta Semana Santa. Nosso preço está estabelecido desde o ano passado”, disse.

Izidoro Elias da Costa, também proprietário de um Box no Mercado Municipal, disse que os únicos peixes que sofreram reajustes foram o Tucunaré, o Surubim e a Pescada Branca, mas, não por conta da Semana Santa, mas, devido as péssimas condições da Estrada Vicinal Transiriri. “Estes peixes sofreram um reajuste devido os atoleiros que encontramos na vicinal Transiriri, fica difícil o transporte. Mas isso, há sessenta dias. E, outra coisa que levou o aumento foi à questão da cheia do rio, que fica difícil para pegar. Mas, na Semana Santa não subiu nada. Mantivemos o valor, acessível ao cliente”, explicou.

Izidoro revela ainda que nos demais municípios, como Altamira, Brasil Novo, Medicilândia e Placas, houve um aumento nesta Semana Santa. “Nestes municípios aumentou o preço. Uruará não. Aqui continua o mesmo valor”, esclareceu. O peixe não tem previsão de subir de preço.

Os proprietários do mercado Municipal de Box do Peixe fornecem limpo ou cortado. (desde o filé ao peixe inteiro), nos seguintes valores: Tucunaré entre 10 a 12 reais; Surubim entre 10 a 12 reais; Pescada Branca entre 10 a 12 reais; Tambaqui, 10 reais; Filé da Tilápia, 28 reais; Pintado, 12 reais; Filé do Pirarucu, 30; Pacu entre 8,50 a 9,00 reais; Curimatá entre 8,50 a 9,00 reais e Jaraqui, entre 8,50 a 9,00 reais.

A Sexta-Feira Santa é a data que maioria dos cristãos reservam para o reconhecimento do sacrifício de Jesus Cristo que, segundo conta a Bíblia, foi assassinado neste dia. De acordo com as mesmas escrituras, Jesus Cristo viveu e morreu para salvar as pessoas de seus pecados. Por isso, algumas igrejas recomendam aos fiéis que reconheçam o sacrifício que foi a vida daquele que dá nome ao cristianismo. A abstinência de carne (presente no cardápio da maioria da população) e o jejum são algumas das recomendações.

Porém, ao contrário do que muitos pensam, algumas Igrejas recomendam que todas as sextas-feiras do ano, sejam reservadas à abstinência de carne e não apenas aquela considerada santa.

SAÚDE

PREÇO DOS REMÉDIOS SOBE DE 5% A 7,7% A PARTIR DESTA TERÇA-FEIRA

Aumento deste ano está bem acima do autorizado ano passado

O governo federal autorizou reajustes de 7,70%, 6,35% e 5% nos preços de medicamentos, dependendo da categoria do produto. Os aumentos devem acontecer a partir desta terça-feira. Os valores calculados pela indústria constam de resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) publicada no Diário Oficial da União (DOU).

POLÍCIA

POLÍCIA MILITAR MONTA OPERAÇÃO PREVENTIVA CONTRA ASSALTO AS AGÊNCIAS BANCÁRIA NO MUNICÍPIO DE URUARÁ

Assalto a agências bancárias na cidade de Uruará e cidades da região tem ocorrido com freqüência nos últimos anos, o que levou a Polícia Militar do município a montar uma operação policial preventiva contra os assaltos.

O major PM Márcio Abud, comandante da 13ª Companhia Independente de Polícia Militar de Uruará, disse que com a operação espera-se evitar a ocorrências de assaltos já que os policiais já ficam a espera dos bandidos em frente as agências bancárias. “Os assaltos que houveram recentemente, 2013/2014, foram muito fáceis, então agora a polícia militar ficará na frente dos bancos. Porque os bandidos terão que descer do veículo para fazer o assalto e aí irão nos encontrar bem na frente, aí ou é eles ou é a gente, pois quando o assaltante pega um refém acabou a polícia, jamais a gente pode atirar se tiver refém, então eles tem que entrar pela frente do banco e nós estaremos na frente dos bancos a partir de agora. A gente vai evitar que eles peguem refém, é chumbo grosso”, frisou Abud.

A cidade de Uruará já conta com 4 agências bancárias.

POLÍTICA

DEM SERÁ EXTINTO

Ainda que alguns petebistas históricos neguem, e se mostrem contrários à fusão entre o DEM e o PTB, a exemplo do vereador Edvaldo Brito e do presidente da legenda na Bahia, Jonival Lucas, tudo indica que no âmbito nacional a junção dos dois partidos está bem adiantada. O martelo deve ser batido ainda na primeira quinzena de abril, conforme líderes do DEM e do PTB, no entanto, as negociações estariam esbarrando em alguns obstáculos, entre eles, a escolha de quem ficaria no comando da legenda e como seria montada a cúpula partidária. Caso ocorra a união, as legendas formarão o terceiro maior partido no Congresso Nacional. Atualmente, o PTB tem 26 deputados federais e o DEM 21 parlamentares.

O deputado federal Paulo Azi (DEM) reafirmou ontem que existe uma “possibilidade forte” das legendas se juntarem. Segundo ele, a chance de fusão é de 70%, embora ainda não seja algo definitivo. Ainda nao é algo definitivo, mas a probabilidade é forte. Existem aqueles que defendem e os que são contra, mas estamos em um amplo processo de debate. Entendemos que com a fusão, nos tornaríamos o terceiro ou quarto maior partido”, disse.

Ainda conforme o demista, o partido unificado teria uma postura de independência, e, obviamente, seguindo a tendência do DEM, de forte oposição ao governo petista na Bahia e no Brasil. “Claramente, um partido independente e de oposição ao PT. O governo do PT levou a economia brasileira à beira do precipício, e isso atinge todos os setores. Eles agora querem desfazer acordos do passado é transferir a conta do ajuste para a sociedade. Não se vê nenhuma ação do governo e por isso se instalou essa insatisfação popular com Dilma”, afirmou.

A confirmação de que o diálogo favorável à fusão anda de vento em popa já havia sido anunciada em conversas do deputado federal Benito Gama, ex-presidente nacional do PTB, e do prefeito ACM Neto. O presidente da legenda na Bahia, Jonival Lucas, por sua vez, havia reiterado à Tribuna na semana passada, que não tem participado das articulações e demonstrou discordar sobre o possível rumo da legenda.

O que se tem por certo entre os prós e os contras é a extinção do Partido DEM, pos se não vingar a fusão DEM/PTB a sigla deverá fundir com o PSC,SD,PP ou até ou PMDB.

quinta-feira, 26 de março de 2015

PODER JUDICIÁRIO

“HOJE NÃO TEM NENHUMA AÇÃO CONTRA A PREFEITURA”, DIZ PEDRASSOLI, JUIZ TITULAR DA COMARCA DE URUARÁ

Várias reclamações referentes à administração pública de Uruará são questionadas diariamente pela população, algumas até encaminhadas ao Ministério Público do Município, entre elas, a falta de recuperação das ruas e vicinais, a falta de iluminação pública, falta de coleta de lixo, falta de atendimento na saúde, entre outras.

O Juiz de Direito Titular da Comarca de Uruará, Vinícius de Amorim Pedrassoli, falou com exclusividade ao Jornal O Regional da Rádio Regional 91.3 FM de Uruará nesta semana, sobre estas questões.

Segundo o juiz Vinícius Pedrassoli, hoje não existe nenhuma ação no Poder Judiciário, contra a administração municipal. “Às vezes as pessoas não entendem a função de cada ente. Enquanto cidadão, que mora aqui na cidade, vejo os problemas como qualquer outro cidadão. Agora, para o Poder Judiciário tomar qualquer medida específica sobre qualquer assunto, isto é, falta de iluminação pública, recuperação das ruas, ou outra coisa, eu preciso de uma ação. É importante colocar, que a função do Juiz é julgar fatos quando tem um processo específico e hoje não tem nenhuma ação de improbidade administrativa contra o prefeito Banha, ou contra a Prefeitura. Nenhuma ação determinando nada sobre obras, lixo, água, saúde, ou outra coisa. Temos aqui apenas uma ação sobre a educação, dada entrada pela própria Prefeitura. Então, não temos nenhum processo pendente de julgamento contra o atual prefeito, ou a atual administração”, disse.

O Juiz esclareceu que para julgar qualquer assunto o Judiciário deve ser impulsionado. “Se o judiciário não for impulsionado, ele não pode decidir. É preciso que uma associação, ou o Ministério Público ingresse com uma ação sobre aquele assunto para o Juiz decidir. Eu estou fazendo a minha função. E não tem nenhuma ação. A população tem que vir fazer a denúncia no Ministério Público, se organizar, procurar a Câmara de Vereadores, enfim, este é o caminho”, esclareceu.

Vinícius Pedrassoli disse ainda, que a Câmara de Vereadores tem a função de fazer as leis municipais e o Executivo cumprir. A Câmara de Vereadores são os representantes do Povo. “Qual a função do vereador? Ver onde será aplicado o orçamento do ano seguinte. Os vereadores é que determinam o valor de recursos para que a Prefeitura invista na cidade. Os vereadores é que aprovam que valor X será para fazer as obras das ruas da cidade. Ou que seja revertido para a iluminação pública. É a Câmara de Vereadores que determina. O prefeito deveria cumprir o que a Câmara determinar. Esta é a função do vereador. Muitas vezes o vereador não tem consciência que ele tem este poder. É ele que tem que dizer que a Prefeitura tem que gastar tanto com luz, tanto com recuperação de rua, tanto com saúde, porque é ele que aprova isso. Ele que aprova o valor dos recursos para o ano seguinte, eles é quem dizem como devem ser gastos! São eles que fiscalizam este gasto. Então a população pode e deve cobrar dos vereadores, onde e como a prefeitura, o prefeito, está gastando o dinheiro público. A população tem que se reunir e denunciar ao Ministério Público, cobrar dos vereadores. Digo que se houver alguma ação, aí o Poder Judiciário, o Juiz, vai avaliar se está certo ou errado, e, lógico dando o direito de defesa”, esclareceu.

Segundo o Meritíssimo, hoje não tem nenhuma ação impetrada no Poder Judiciário. “Não tem nenhuma ação nesta Comarca que tenha sido ingressada, seja de improbidade administrativa, seja de obrigação de fazer, contra a Prefeitura, pendente de julgamento. Portanto, a culpa não é do Judiciário. Não há que se falar que exista conluio, complacência, ou que exista parceria, ou amizade do Poder Judiciário com a Administração Municipal. A gente julga processos quando são apresentados neste Poder Judiciário, se não tiver nenhum processo, a gente não pode estar julgando, por mais que a situação esteja me incomodando como cidadão”, explicou.

O Juiz Vinícius de Amorim Pedrassoli, está respondendo como Titular da Comarca de Uruará, desde junho do ano de 2011.

quarta-feira, 25 de março de 2015

RUAS EM URUARÁ ABANDONADAS

MORADORES DA RUA MARQUÊS DE TAMANDARÉ SE REVOLTAM COM AS CONDIÇÕES DE ABANDONO DA RUA

Dezenas de famílias da Rua Marquês de Tamandaré, entre a Rua Vale do Xingu e da vicinal do km 180, estão ilhadas em suas residências. Segundo os moradores, além de muita lama e atoleiro, cresce o matagal no meio da rua.

A moradora Tereza Santil Andrade, disse que na rua não tem nem como passar a pé. “É uma absurdo estar aqui no centro da cidade e ter toda dificuldade para sair da sua própria casa. Não tem como passar. Isto é uma vergonha! Uma falta de compromisso da atual gestão”, disse.

O Sr. Gersino André Moreira, morador da Rua Marques de Tamandaré, na casa número, 09, disse que para ele, a dificuldade ainda é maior. “Principalmente para mim que ando de muleta. Não posso sair de casa, nem para comprar um pão. Pois, ao sair de casa, fico atolado. Estou ilhado! O mato tomou conta da rua. Não foi do canteiro, como está nas outras ruas, foi no meio da rua mesmo”, falou.

Gersino, disse que mora a tempo naquela rua. “Esta é a primeira vez que isto acontece! Em outros governos, ficava ruim, mas, crescer mato e abandonada é a primeira vez. O prefeito não olha para nossa cidade. Uruará está abandonado!


A doméstica Raulina Francisca dos Santos, da casa numero 04, disse que esta é a primeira vez que vê a situação caótica da rua Marques de Tamandaré. “Moro há 30 anos aqui nesta rua e, nunca vi deste jeito. Nem a pé está passando. Os moradores estão querendo roçar o mato que cresceu no meio da rua, porque esperar pela Prefeitura, nunca teremos melhorias. Já faz dois anos que estamos aguardando e nunca uma máquina ou alguém da Prefeitura passou por aqui para resolver nossa situação”, concluiu. 

terça-feira, 24 de março de 2015

URUARÁ: PAIS COBRAM RECONSTRUÇÃO DE ESCOLA DERRUBADA HÁ MAIS DE UM ANO NO TRAVESSÃO 190 NORTE

O VALOR QUE A EDUCAÇÃO RECEBE DO GOVERNO MUNICIPAL

As condições são de abandono nas escolas da zona rural do município de Uruará, oeste paraense, às famílias vem enfrentando grandes dificuldades para inserir os filhos na rede municipal de ensino, como é o caso de uma comunidade localizada no Travessão do km 190 Norte, onde a escola do local foi derrubada para ser reformada há mais de 12 meses e não foi reconstruída.

Segundo os moradores, a Escola Nossa Senhora do Rosário, precisa ser reconstruída urgentemente. O agricultor José Filho Machado de Freitas está preocupado com a situação, pois a escola foi derrubada e até agora a prefeitura não iniciou a obra de construção da nova escola. “Fico indignado porque meus filhos não têm onde estudar. Colocamos ele para estudar na faixa (Agrovila Bela Vista), mas, com as péssimas condições das estradas, tem semana que meus filhos nem vai para escola, pois não tem como sair. Já procuramos o prefeito, mas ele nunca está na cidade”, disse.

O pioneiro do Município e agricultor naquela comunidade, Cesário José Ferreira, explicou que vem há mais de um ano tentando junto a Prefeitura para construir a construção da escola Nossa Senhora do Rosário,“primeiro, o pessoal da prefeitura me disseram que faltava madeira. Arrumamos o serrador e a madeira, disseram que não tinham carro para puxar. Depois, nos informaram que não podia construir agora, porque tinham outras construções. O prefeito fica só nos enrolando. Sei que com isso tem mais de um ano, e, nossos filhos estão sendo prejudicados”, falou indignado.


A Mãe, agricultora e pioneira do Município de Uruará, moradora a 12 km da vicinal do km 190 norte, Maria Isabel da Conceição Sampaio, está preocupada com a com a situação. “Estamos no início do ano de 2015 e mais um ano nosso filhos estão sofrendo. Não temos esperança da construção desta escola. A atual gestão municipal abandonou nossa cidade. Nossa vicinal já está com dois anos sem receber uma máquina sequer, buraco, atoleiro. A saúde está péssima! Estamos abandonados”. Concluiu a agricultora.

Pesquisar este blog

Carregando...